Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Literatura #2

por Antonovsky, em 26.08.07

Voltando ao assunto dos livros, achei que tinha de escrever neste espaço alguns dos quais gostei menos e quais as razões. Normalmente, isto acontece porque o enredo torna-se desinteressante num determinado momento, ou porque se revelam "pesados" e "maçudos" perdendo-se em demasiados descrições ou diálogos monótonos.

Não sou, nem quero ser um crítico profissional (seria muita responsabilidade), é apenas a minha opinião pessoal que quero partilhar convosco, de uma forma resumida e simples. Aqui vai:

 

O Porteiro de Pilatos ou O Segredo do Judeu Errante » A história do judeu errante que ao recusar àgua a Jesus Cristo foi condenado a vaguear pelo mundo até à volta do Messias. É uma história interessante e bem escrita que poderia ser mais resumida, isto é, o autor, Jean D' Ormesson, como professor de Filosofia que é, perde-se com divagações nos intervalos da acção, que acabam por tornar o livro monótono e difícil de digerir. O meu conselho é "saltar" as páginas filosóficas se quiser ler a história sem perder ritmo, ou "abreviar" a história se quiser ler um livro de filosofia. Enfim, na minha opinião, são dois livros em um.  

 

 Jonathan Strange e o Sr. Norrell » Um livro escrito com imensa criatividade pela autora Susanna Clarke, mas que eu acho que deveria ser mais resumido, com menos descrições e histórias paralelas que se atravessam pelo meio e que pouco acrescentam à narrativa.  Há capítulos que se arrastam, que se não existissem ninguém daria pela falta deles. Levei uma eternidade a lê-lo e confesso que abreviei uns quantos parágrafos. Muito pesado.

 

 

Codex 632 e A Formula de Deus » Quem leu estes livros dificilmente não encontra semelhanças entre "Tomás de Noronha" personagem principal destes dois livros de José Rodrigues do Santos e  "Robert Langdon" personagem criada por Dan Brown. Mas isso ainda é o menos, a história é explicada muitas vezes através de diálogos extensos entre duas ou mais personagens que atravessam capítulos inteiros. O Codex 632 ainda é o melhor dos dois, o outro é um sacrifício.

Meus amigos, se quiserem leiam os livros e tirem as vossas conclusões. Independentemente de as opiniões serem diferentes ou iguais, o que interessa é ler.  :)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:05


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Agosto 2007

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031