Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Exímio matador de moscas

por Antonovsky, em 23.08.08

Ninguém é bom em tudo o que faz, pois há sempre coisas que fazemos melhor que outras. As chamadas competências (skills) são, muitas vezes, aquilo que nos diferencia no mercado de trabalho e por analogia influencia a nossa vida pessoal.

Por vezes, o "jeito" (capacidade/potencial) começa a evidenciar-se nos tenros anos da infância, outras vai-se aperfeiçoando e só se evidencia mais tarde. Estas competências podem ser tanto ao nível físico, por exemplo atletas que se destacam desde pequenos das outras crianças, quer ao nível intelectual cujas capacidades destes alunos são notadas na escola muito para além dos "alunos médios" da sua idade.

Mas eu já nem falo dos génios intelectuais, prémios Nobel, cientistas da NASA, etc..., nem dos génios do desporto, atletas de alta competição, futebolistas-maravilha, etc.. Eu falo das pessoas comuns como EU, que quando chegam à escola têm mais facilidades nos números (Matemática, Física, Química, por ex) ou nas línguas (Português, Francês, Inglês,...), ou aqueles que dominam todas as disciplinas, mas não conseguem se socializar (NERDs), ou ainda aqueles que se socializam como excelentes relações públicas, mas não percebem nada da matéria qual quer que seja.

Há ainda aqueles que não gostam de teoria e têm excelentes capacidades e potencial de desenvolvimento para mecânica, electricidade, serralharia, etc..

Enfim, cada um diferente nas suas características pessoais que irão definir muitas vezes a opção de curso universitário ou profissional e que irá influenciar muito a sua vida futura.

Eu lembrei-me deste assunto, porque quando estive de férias trabalhei muito em coisas que muitas pessoas aproveitam para fazer quando estão de férias, como por exemplo: pinturas (interiores/exteriores), trabalho de construção (fixar uma churrasqueira), serralharia (arranjar o portão de entrada), carpintaria (lixar uma mesa e por Bondex, fazer uma pequena estante) jardinagem (podar, cortar, limpar) 1.  E é triste chegar á conclusão que há coisas que eu não tenho jeito nenhum. Lá vou desenrascando-me aqui, "aldrabando" ali, fazendo o melhor que posso, mas sei que não fica como deveria ficar.

Porém, há uma coisa que sou mesmo bom: Matar moscas. Não sei onde me aperfeiçoei ou se nasci com esta aptidão, mas de facto mato-as com o "mata-moscas" com subtileza sem as esmagar, apenas com a força suficiente para as deixar incapacitadas e depois já no chão dou-lhes o "tiro" de misericórdia. Também tenho bastante sucesso a apanhá-las com a mão, sou rápido e antecipo-lhes o voo. Agora tenho-me aperfeiçoado a matá-las no ar, como um tenista que faz o seu serviço a 200 km/h.

Um espectáculo... é pena que não tenha sido uma capacidade nata para jogar futebol e tudo seria diferente, assim, com esta competência de Exímio Matador de Moscas, não vou a lado nenhum.

 

1 - Não fiz todas as tarefas das férias mencionadas no post, são apenas exemplos. Se tivesse de fazer todas, com o jeito que tenho, precisava de mais dois meses de férias.

 

PS - Não liguem aos últimos dois parágrafos de "non-sense", mas ás vezes temos de escrever umas coisas mais disparatadas no meio de assuntos sérios, para descontrair, senão ficava um blog muito pesadão.

 

Um abraço

 

PS2 - Mas de facto sou bom a matar moscas....

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:51


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Agosto 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31