Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Em toda a nossa vida somos um pouco o reflexo de que os nossos pais nos transmitiram. A nossa personalidade começa a ser moldada desde muito pequenos no seio familiar e, por mais que nos modifiquemos, teremos sempre algumas características (uns mais, outros menos) na nossa maneira de ser, que são "herdadas" dos nossos progenitores.

No meu caso, acho que os meus pais erraram um pouco. Pensando que me ajudariam na minha vida futura e no relacionamento com as outras pessoas, transmitiram-me valores como: ser bem educado, respeitador, prestável, sempre pronto a ajudar, etc.. que na sociedade actual não sei se serão os melhores. Por exemplo:

Se formos educados não nos ligam (só nos ouvem quando gritamos já enervados);

Se formos bons, tomam-nos por parvos;

Se formos prestáveis fazemos o nosso trabalho e o dos outros...

 

As pessoas estão cada vez mais agressivas, com os nervos à flor da pele. Com problemas pessoais que não conseguem resolver ou que lhes atormentam o espírito e os stressam e depois, é claro, descarregam nos outros toda a angústia, nervos e raiva contidos. Esta bola de neve vai influenciar o estado de espírito de outros que até estão bem com a vida e, inesperadamente são envolvidos em situações desagradáveis.

Por isso eu acho que quem responde mal, quem é mal educado, quem é egoísta e não respeita ninguém...enfim, uma besta, está mais adaptado ao meio ambiente actual... Custa-me muito aceitar que as coisas sejam assim, mas o que é facto é que a experiência que vou adquirindo no dia a dia tem provado isto mesmo.  Se calhar tenho de repensar a minha atitude perante a vida...:(

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Big Mac a 20.06.2007 às 22:39

Concordo em absoluto...
Imagem de perfil

De Eu mesmo a 24.06.2007 às 01:03

Infelizmente tem razão.
Sem imagem de perfil

De joana a 02.07.2007 às 16:41

como o teu blog estava em destaque no sapo, vim ver o que era. depois de ler este post descobri que tinhas descrito os últimos meses da minha vida... e agora, torno-me besta ou procuro outra e duplico as contenções lá em casa?!? pela minha saúde, optei pela segunda... bem hajas
Imagem de perfil

De Antonovsky a 02.07.2007 às 20:05

Infelizmente temos de ter atitudes que por vezes parecem menos correctas de acordo com o que nos foi transmitido e custa-nos muito. Porém, é a única forma de nos defendermos, de sermos ouvidos ou de conseguir coisas que até são simples, mas que outros tanto dificulltam. Mas eu acho que a solução e saber o timing certo para vestir a pele de Besta e até onde se pode ir, para não perdermos definitivamente a nossa identidade. Boa sorte.
Imagem de perfil

De daplanicie a 05.07.2007 às 19:32

Hoje tive um pouquinho mais de tempo e resolvi "vasculhar" mais o seu cantinho e não pude evitar sorrir ao ler este post. Realmente é verdade tudo o que diz: as pessoas bondosas e bonacheironas que antigamente eram apreciadas por essas qualidades agora são gozadas entredentes e apelidadas de pacóvias ou parvinhas, sendo frequentemente o burro de carga dos "espertalhões".
Os meus pais também me deram outros valores e por vezes acabo por ficar prejudicada em diversas situações. Mas recuso-me a ser uma "besta quadrada" como tantas que andam por aí. :-)
Sem imagem de perfil

De anónimo a 12.04.2010 às 08:56

Ser besta é o melhor caminho.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Junho 2007

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930